Trabalhando no anonimato

Feito em Casa

LETRA :

Refrão (Perne) –

Tá todo mundo querendo montar um home-studio
Um bom recurso com isolamento acústico
Um sonho de qualquer músico, não sou o único
Não fui um dos primeiros mas não quero ser o último (2x)

Perne –

Fazer música em casa é perfeito
Uma mesa, um Mic, um PC, aí eu já to feito
Unido ao talento, buscando conhecimento
Se não adianta todos programas, equipamentos

Tem que ter isolamento, um ambiente vetado
É para captar melhor, diminuir o chiado
Da gravação. Depois da produção…
Começa o processo: mixagem – masterização

Sei, gravadora aqui não tem vez
Dependiam de nós, não dependemos de vocês!

Deone –

Pois indica ser o modo que incomodo meu vizinho
Basta beat no repeat, tando junto dos chegado ou sozinho
Faço só, da maneira brasileira
Muito bom, minha receita é caseira, é mineira

À maneira que me levo na levada
Assim que faço, gravo o som em casa entre quatro..
paredes nevoadas de fumaça eu viajo alto sem sair do quarto
Pois indica ser o modo que eu mostro, que eu faço tão bem feito

Ber MC –

É desse jeito, rima criativa, fumaça no peito
Rap nacional ar rarefeito, artesanal – a forma como é feito
Causa efeito, feito em casa, cinzeiro e braza
Já preparo o microfone que a fome me consome

Pra brecar os beat, sample no teclado Midi
Dropo como Alex Kidd e passo de fase
Minhas frases se encaixam na base
Com o estudio aqui na minha base

Eu gravo até freestyle, no style
Do underground, jogo um balde no mercado
Com uma rima e um flow pesado
Os aliado coligado na internet..
Em casa só fazendo um rap..
Mixagem, só queimando os beck

– Refrão –

Rafael –

Não quero ser o último, faço a minha parte
Com um Mic de PC da webcam, gravado aqui no Acid
Me adianto, mas não me acomodo
Guardando uma grana.. qualquer dia eu estouro

Me arrisco na equalização, feita de ouvido
Aprendo gravando os meus ou dos meus amigos
Os macetes e as manhas
– chega com o tempo (chega com o tempo)
Isso facilita a aprimorar o meu talento

Sei, gravadora aqui não tem vez
Dependiam de nós, não dependemos de vocês

GNZ –

E ao invés do que neguinho pensa
Artista independente independe mesmo da imprensa
Até porque a cena é tão imensa que não compensa
Dizer de boca cheia “vai lá e vença”

É quase que uma ofensa dizer de boca cheia
Que o jogo não chateia. Há sempre desavença.
Vai lá e grava tua tape e põe na prensa
Acorda antes – prova agora é tensa. Peço licença..

Vou atender o interfone, enquanto o cone
Queima no cinzeiro e meu parceiro aqui do lado prensa

PSICO –

Faço do jeito que posso,mantendo a qualidade
Respeito é bom e eu gosto, assim faço a minha parte;
de produzir e gravar, importante é acreditar,
Pro resultado final você encontrar…

Nas madrugadas que viro olhando no meu PC..
Concentração e ouvido. Na mente o que fazer
Pois é assim que sigo, não adianta entender

Dependiam de nós, NÃO DEPENDEMOS DE VOCÊS!

[…]

http://downloadgnz.blogspot.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s