Trabalhando no anonimato

Uncategorized

FdF recomenda…

Toda sexta daremos uma pequena contribuição para a propagação da boa música.

Para começar bem (e muito bem, por sinal) , selecionamos dez vozes femininas da gringa, de ontem e de hoje. Esperamos que gostem.

 

01 – Aretha Franklin – Walk On By

02 – Sade – Flow

03 – Erykah Badu – Cleva

04 – Goapele – Catch 22

05 – Lauryn Hill – Final hour

06 – Leschea – Fulton Street

07 – Amy Winehouse – Back to black

08 – Jill Scott – A long walk

09 – India Arie – A Beautiful Day

10 – Blondie – Rapture


Lit-D – Pavuna à Central

Lit-D, é um jovem rapper de 18 anos do bairro de Irajá, Rio de Janeiro.
Recentemente ele foi ganhador de uma promoção da FM O Dia, com a música Pavuna a Central.

.

Confira o video e a letra:

http://www.youtube.com/watch?v=t22bCyxk4-k

Pavuna à Central, não há nada igual.

Pavuna à Central.

Pavuna à Central, não há nada igual.

Sem falar de Santa Cruz, Realengo e Belford Roxo.

Penha e Madureira.

Pavuna à Central, metrô lotado é natural,

No trem Japeri, Campo Grande, também é normal.

Cotovelada para entrar, corpo suado.

De seis a sete pessoas por metro quadrado.

Maracanã, Colégio, Acari, Irajá, Vicente.

Mudam os nomes mas é tudo gente da gente.

Olha que lindo!

Madruga de sábado pra domingo e geral indo pro Olimpo.

Curtir um baile lotado com os amigos do lado, os solteiros bolados, ‘ta colado’ geral.

Mais cerveja na mesa do que do Leme ao Pontal.

Segunda-Feira é nós junto na Central

Pavuna à Central, não há nada igual.

Pavuna à Central.

Pavuna à Central, não há nada igual.

Engenho da “Rainha’uma”

Thomaz Coelho Neto pique Saracuruna

Entupido de gente atrás, do lado e na frente, suada, ‘carcando’ na gente,

É sem querer então é inocente

Sente o cheiro do sovaco do menino!

Diariamente confusão no vagão feminino.

Sexta-Feira é um desespero pra chegar em casa, se arrumar e ir pra farra, arrasa!

E só chega de manhã, “Via Show” tava bombando.

Domingo no Maraca ver o meu Mengão esculachando.

Não somos Copacabana, não temos fama, mas o subúrbio e a baixada te amam.

Pavuna à Central, não há nada igual.

Pavuna à Central.

Pavuna à Central, não há nada igual.

Sem falar de Santa Cruz, Realengo e Belford Roxo,

Penha e Madureira.

O Lit-D tem outros sons, como Tá no sangue e Treze do um

E também tem o projeto \”Os melhores samples do Hip Hop

.

Confiram!